Por: Ítalo Leme

FLOW ou estado de engajamento pleno é uma condição mental na qual se está tão concentrado em uma atividade que não se percebe o tempo passar, e as ideias fluem livremente.

A neurociência comprova que durante o estado de FLOW há alteração na frequência das ondas cerebrais e aumento da circulação de moléculas como adrenalina, endorfina e serotonina, liberando estes hormônios ligados à felicidade e bem-estar.

É muito comum andar distraído, estressado e viciado em receber estímulos constantes, sonhando acordado sem prestar total atenção ao que está acontecendo à sua volta no tempo presente, e essa condição atrapalha muito a comunicação empresarial e causa grandes prejuízos às corporações, porque pessoas distraídas trabalhando juntas não conseguem resolver problemas complexos enfrentados pelas organizações.

Quem chega ao estado de FLOW com frequência se torna mais atento e criativo, tendo pensamentos e ações mais fluídas e intuitivas, e uma ótima técnica para o desenvolvimento desta capacidade é a prática da atenção plena, pois para alcançar o estado de FLOW são necessários de 90 a 120 minutos ininterruptos de reflexão profunda.

As pessoas que priorizam o estado de FLOW são as mais satisfeitas, pois conseguem significar suas vidas.

É fundamental rastrear os níveis de energia humana e respeitar os ciclos do sono, identificando em quais horários e rotinas se obtém maior produtividade e flexibilizando os horários de trabalho. Além disso, é vital ter consciência das tarefas mais importantes, sabendo a hora de fechar a porta e baixar a cabeça para se concentrar profundamente numa tarefa difícil e individual. Com base nisto, 70% dos prédios corporativos nos EUA funcionam na maior parte do tempo com a metade de sua capacidade ocupada, porque as pessoas estão preferindo trabalhar remotamente.

É necessário criar formas de aliviar o estresse e proporcionar treinamentos para o cérebro. Muitas empresas oferecem academia aos funcionários com o objetivo de fazê-los parar de fumar, perder peso, entrar em forma, melhorar a aparência, ter menos dias de afastamento por doenças, entre outros benefícios, mas precisamos substituir essa ideia isolada de ser “fitness” pela ideia de que corpos saudáveis em conjunto com cérebros saudáveis propiciam maior performance.

Aprender a variar a própria frequência cardíaca e as ondas cerebrais permite manter o equilíbrio e a consciência de forma dinâmica, afinal, a Organização Mundial de Saúde relatou que a depressão foi a maior causa de afastamento do trabalho em 2017, por conta do excesso de informações que nossos cérebros tem de processar simultaneamente, por isso, cultivar o estado de FLOW ajuda a gerenciar este alto volume e velocidade de informações recebidas.

Se a sua equipe precisa de um treinamento específico para aprender sobre mecanismos responsáveis para o aumento da pré-disposição individual e coletiva, promovendo a potencialidade máxima dos talentos e gerando vantagens competitivas inalcançáveis, entre em contato com a MKT FLOW e surpreenda-se!